Tutoriais da Inês: Calendário de Advento

O prometido é devido, e como tal aqui está: um guia para fazer um calendário de Advento – em forma de árvore de Natal!

Se dá trabalho? Sim, muito. Mas esta é uma casa de pessoas dadas às artes manuais, e como tal decidimos abraçar este desafio.

Vou começar pela base do calendário – a árvore -, e depois vou dizer-vos como fazer os saquinhos.

1º: Desenhar e Cortar

1º Passo
Ter em atenção que devem desenhar no avesso do tecido, ou seja, naquilo que será a parte de dentro do calendário

2º Passo

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

De modo a facilitar a vida, cortem logo duas peças de tecido: dobrem o tecido que querem utilizar para o calendário ao meio, com o avesso para fora; desenhem; e recortem de uma só vez as duas partes. Só para referência, o tecido que nós usámos foi pano cru.

2º: Enchimento

Uma árvore de Natal tem muito mais graça quando é gorducha, certo? Então, esta árvore-calendário precisa de enchimento. Há várias grossuras de enchimento. Por acaso nós usámos o mais fino que encontrámos, tendo em conta que a ideia era pendurar a árvore contra a parede, portanto, dava mais jeito que ela não ficasse demasiado rechonchuda.

3º Passo
Um close-up só para referência.

Devem então recortar no enchimento a forma da árvore.

3º: Entretela

A entretela é um material utilizado para deixar o tecido mais forte, mais teso. É aquilo que se usa nos colarinhos das camisas, por exemplo. A entretela é essencialmente colada ao tecido – para tal, utiliza-se um ferro de passar. Alguns tipos de entretela precisam de um pouco de humidade para colarem como deve de ser – foi o caso daquela que nós comprámos -, mas para isso basta garantir que o ferro tem água. É fácil perceber qual lado da entretela deve ser utilizado para colar ao tecido: o lado que cola tem uma espécie de goma, e basta sentir a entretela para perceber qual dos lados a tem.

4º Passo

É preciso ter cuidado quando se cola a entretela, porque ela queima muito facilmente, e pode agarrar-se ao ferro. Então, o método ideal para fazer isto é seguinte: colocam uma toalha de banho em cima da mesa/local de trabalho (no nosso caso foi a mesa da cozinha – a nossa toalha de mesa é linda, eu sei); depois colocam a entretela esticada em cima da toalha; por último, colocam uma das partes do tecido recortado em cima da entretela – com a parte desenhada para baixo, de modo a que não se fique a notar no final.

4º Passo 2

Para garantir que a entretela não se queima, coloquem um pano de tecido fino por cima do tecido recortado, e vão passando assim a ferro. Tenham em atenção que devem remover o pano fino de dentro para fora, no sentido dos limites do tecido, ESPECIALMENTE se estiverem a fazer isso no recorte de uma árvore de Natal. Aprendi isso da forma mais desagradável. Por último, recorta-se a entretela com o tecido já colado.

4º Passo 3

4º: Montagem

Depois destes passos, é necessário montar e juntar todas as partes. Colocam então o tecido com a entretela na mesa, seguido do enchimento, e por último o outro recorte do tecido.

3º Passo 2

 

3º Passo 3

 

 

 

 

 

 

 

 

Depois das peças estarem todas alinhadas, é necessário coser as duas partes da árvore, a parte mais trabalhosa e complicada deste processo todo. A minha mãe fez questão que eu vos dissesse que o ponto que ela usou para coser se chama “ponto de casear”, ou “ponto caseado”, essencialmente, um ponto que não desfia.

5º Passo

Mas vale imenso a pena.

5º: Contorno

Passando à decoração do nosso calendário, decidimos debroar a árvore com um cordão dourado, que colámos com cola quente.

6º Passo

Depois decidimos adicionar guizos e outras decorações pequenas nas pontas dos ramos da árvore.

7º Passo

 

Vamos passar agora aos dias do calendário: os saquinhos.

1º: Construir os Saquinhos

Nós utilizámos restos do mesmo pano cru que serviu para fazer a árvore, mas podem utilizar o tecido que quiserem, obviamente.

Primeiro, devem cortar um rectângulo de tecido, que será dobrado ao meio.

Saco 1

 

Saco 2

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Depois, é necessário coser os sacos, e podem ver o seu aspeto, e o aspeto das costuras:

Saco 3

Saco 4

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

2º: Decorar os Saquinhos

Depois de terem repetido os passos acima mencionados 24 vezes, podem começar a decorá-los. Aconselho a darem uma passagem com o ferro, só mesmo para garantir que os saquinhos ficam mais bonitos, e porque é mais fácil decorar um tecido liso.

Tendo feito isso, claro que podem decorar como quiserem, utilizando os materiais que quiserem, mas eu vou explicar e mostrar aquilo que nós usámos – tinta de relevo.

Tinta de relevo encontra-se disponível em formato de caneta, ou em frasquinhos. Os frascos são normalmente mais caros do que as canetas, mas também contém mais tinta, e normalmente mais variedade no que toca às cores. Já para não falar que a qualidade da tinta, geralmente, é melhor.

Saco 6

 

Saco 7

 

 

 

 

 

 

 

 

De mencionar ainda que os frascos são mais fáceis de utilizar do que as canetas, não é necessário fazer tanta força para a tinta sair. Ah! E a tinta demora, em média, 8 horas a secar devidamente.

Depois de decorados, os saquinhos foram colados à árvore com pedaços de velcro.

 

E aqui temos o resultado final:

Final

A parte mais gira deste calendário é o seu objetivo: nós colocámos papéis em cada saco, e todos os dias até ao Natal oferecemos uma prenda ou uma lembrança. Se quiserem saber o que oferecemos uma à outra, é só irem vendo o meu instagram.

Por hoje é tudo pessoal! Acho que ainda volto a falar-vos antes do Natal, mas até lá, Boas Festas!

Deixar uma resposta