Stranger Things – A Coisa que me Fez Voltar às Teorias

Acho que toda a gente tem, ou já teve, filmes e/ou séries que deixaram um impacto tão grande, ou acabaram com tantas perguntas, que tivemos que criar alguma coisa para tentar preencher o vazio (e confusão) que deixaram.

Já tive algumas dessas, mas demorou MUITO tempo até aparecer outra que me fizesse sentir… sinceramente entusiasmada!

Para quem não conhece, Stranger Things é uma série original da Netflix, que se passa durante os anos 80, na localidade de Hawkins, no Indiana. O primeiro episódio começa com o desaparecimento de Will Byers, e o resto da série lida com os seus amigos e família a tentar encontrá-lo, ao mesmo tempo que uma ameaça desconhecida aparece de repente, ameaça essa que pode estar relacionada com o desaparecimento de Will.

A segunda temporada já saiu, e por muito que eu queira falar sobre isso, ia acabar por contar tudo o que aconteceu na primeira. Por isso, vou-me limitar a compará-las vagamente.

 

A primeira temporada parece mais rápida (mas isso pode dever-se ao facto de eu a ter visto em dois dias), por causa do desaparecimento de Will, há sempre um sentimento de urgência a pairar, mesmo nos momentos mais calmos.

A segunda temporada começa mais devagar, e leva o seu tempo para responder às questões deixadas pela primeira. Mas aqueles que não gostam de episódios mais lentos, não desesperem! Os últimos dois episódios VALEM TANTO A PENA, Ó MEU DEUS!!!

Para além disso, uma das minhas atrizes favoritas, e ícone dos anos 80, Winona Ryder é uma das personagens principais, e tanto a performance como a personagem são fantásticas!

 

Os pósters, bem como a série em geral, homenageiam alguns filmes de culto dos anos 80, e assim deixo-vos com alguns dos meus favoritos, e com o trailer da primeira temporada. Até à próxima!

 

images      stranger_things_7   DKPkvwRUQAA0ZtD

 

Deixar uma resposta