A vida dos outros

O Miguel Araújo em vez de ter escrito a música “Os maridos das outras”, poderia muito bem estar a cantar com a sua bela voz uma música denominada “A vida dos outros”, onde iria descrever como as pessoas se intrometem na vida das outras e se sentem bem ao fazê-lo.

Por vezes acredito (okay, acredito sempre) que lhes agrada ouvir que a vida dos outros é bastante mais monótona, aborrecida, cheia de problemas e triste do que a deles. Sempre faz parecer que a sua não é má nem insignificante.

Se não querem ajudar os outros, parem de perguntar sobre a vida dos outros apenas para se sentirem bem consigo próprios e comecem a resolver os seus próprios problemas e se acham que a vossa vida está muito chatinha então comecem a fazer coisas fora da vossa zona de conforto.

Um pequeno desabafo meu… porque eu poderia referir ao pormenor tudo o que penso. Mas ficaremos por aqui.

 

Fonte da imagem: aqui.

 

 

 

Deixar uma resposta